Max Moreno na edição especial de número 500 da Revista COTIDIANAS

Olá, pessoal.

Tudo bem?

Recentemente tive o privilégio de ser convidado a participar da edição (especial) de número 500 da revista eletrônica COTIDIANAS. Um blog dedicado à musica, cinema, literatura e muito mais. Confira abaixo um trecho do conto “Peso Morto”.

QUANDO A NOTÍCIA DO ACIDENTE CHEGOU ao IML de Santa Mônica, Flávio sorriu. Pensou logo em André, seu parceiro de longa data no recolhimento de corpos de pessoas mortas em acidentes nas rodovias da região. A informação inicial dava conta de que as vítimas, dessa vez, era uma senhora — de uns sessenta e tantos anos — e uma moça com idade entre vinte e vinte e cinco anos.

A caminho do local do acidente, Flávio estampava no rosto uma satisfação mórbida. Tinha os olhos vidrados na estrada, as pupilas dilatadas, um sorriso malicioso congelado no canto da boca e o pé pressionando o pedal do acelerador, enquanto André, absorto, fitava através da janela do rabecão a paisagem rural que se estendia por dezenas de quilômetros.

— Isso é uma tremenda doideira! — disse André, sem chegar a dirigir o olhar ao parceiro de profissão.

— A vida é assim mesmo, cara, relaxa! — Flávio mantinha um tom de voz amistoso, e a mesma expressão de satisfação ainda estava instalada em seu rosto. — Azar de uns, sorte de outros. Confira o conto completo aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *