Morre o escritor João Gilberto Noll, vencedor de cinco Jabutis, aos 70

Informação foi confirmada pela família do autor gaúcho



Morreu, aos 70 anos, João Gilberto Noll, vencedor de cinco prêmios Jabuti. A família confirmou o falecimento do escritor gaúcho, mas a causa da morte não foi divulgada. Segundo familiares, o velório já está sendo realizado e o enterro está previsto para as 18h desta quarta-feira, no Cemitério João XXIII, em Porto Alegre.

 

Com 18 livros publicados — 13 romances, três compilações de contos e duas obras infantojuvenis —, Noll marcou seu nome na história da literatura brasileira com títulos como “O cego e a dançarina”, de 1980. Pelo livro de contos, recebeu, além do Jabuti, os prêmios de revelação do ano, da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e de ficção do ano, do Instituto Nacional do Livro. Foi traduzido para o espanhol, o inglês e o italiano.

Nascido em Porto Alegre em 15 de abril de 1946, Noll viveu no Rio de Janeiro entre 1969 e 1986, onde concluiu a faculdade de Letras, fez inúmeras colaborações em jornais como “Folha da Manhã” e “Última Hora”, e deu aulas na PUC.

Em entrevistas, o autor costumava dizer que não gostava de planejar muito os caminhos de sua ficção. Em 2008, quando participou da Festa Literária de Paraty, em mesa compartilhada com a cineasta argentina Lucrécia Martel, Noll comentou sobre seu processo de criação.

— Eu não escrevo com uma programação. Deixo que os cavalos mentais me arrastem. Me deixo levar e, só depois, me torno um obsessivo pela limpeza do texto — disse ele, que havia acabado de lançar “Acenos e afagos” (Record), romance considerado pelo crítico José Castello “o mais forte e, por isso, o mais desprezado livro de Noll”. — Mas eu não sou um sujeito naturalista.

Era, sim, um autor interessado em explorar o incosciente. Tanto que se dizia muito influenciado por Nelson Rodrigues — escritor que, em sua percepção, foi incomparável em tratar do inconsciente do homem médio. A solidão e a perda de sentido eram temas recorrentes em suas obras.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *